domingo, 13 de dezembro de 2015

CHÁ DE AMANHÃ COM ONTEM

 
Chá de flor de ibisco. Imagem copiada do site receitasedietas.com

CHÁ DE AMANHÃ COM ONTEM

Fones de ouvido para ouvir o chá. Silêncio de campo no verão. Nem te conto das batidas do meu coração sobressaltado: linha reta estendida à sombra de um olho-mágico de desencanto. Frustração de açúcar cristal substituído por adoçante: a vida sempre pede por algo que a adoce. Não lembro se te falei do pôr-do-sol de ontem: passeava despercebido entre os grãos de areia da praia e jogava meus olhos contra as ondas. Mas tão forte, tão forte, que quase virei estátua - olhos de sal: culpados por não ouvir as vozes e voltarem-se, de repente - só por querer te olhar, te olhar, te olhar - verde mar! Tive sorte, dizem-me os acompanhantes: chá verde evita infecções - e morte. Mas, e o som - nítido - da tua voz sussurrando coisas ao interfone? (Ah! Que infame!) - como um mar de saudade que deixou o som da sua passagem na concha destas orelhas fechadas. Porém, se ainda nem chegaste, porque me molhas, tempestade?


João A. Pereira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado visitante, seja bem-vindo. Os comentários aqui postados não são moderados, por isso, conto com a sua moderação.

Plugin Artigos Relacionados para WordPress, Blogger, ...