sexta-feira, 5 de julho de 2013

PRECE DA LUA VAGA - POESIA



Quando andas
sobre as ondas,
espiam-te os peixes
sob as águas
e nadam à tua sombra:
                                       vês como te olham?

Quando vestes
tuas contas
e cantas
como as sereias
e deitas sobre a areia
teus olhos vagos:
                                      vês como te encantam?

Enquanto passas,
vês aquele menino,
sentado à beira d'água,
com um gravetinho, escrevendo
pensamentos de criança
na tua luz, nas estrelas,
nos peixes, nas vagas?

Ele ainda não sabe,
mas bem se vê que é poeta.

                                    Então não faça o menino chorar!


Pero Vás

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado visitante, seja bem-vindo. Os comentários aqui postados não são moderados, por isso, conto com a sua moderação.

Plugin Artigos Relacionados para WordPress, Blogger, ...