quinta-feira, 14 de março de 2013

POESIA - ENTRA


Pela janela
aberta
a luz penetra
e o olhar
escapa.

Sobre os álamos,
no outono,
o sol reflete:
- olhar ou sonho? 

Tua presença
- folha seca -
entra
- invisível -
e assenta
no jardim
do abandono.

E mais uma vez,
para que não me esqueça,
acena:
- Tchau.

Pero Vás

Um comentário:

Prezado visitante, seja bem-vindo. Os comentários aqui postados não são moderados, por isso, conto com a sua moderação.

Plugin Artigos Relacionados para WordPress, Blogger, ...