sexta-feira, 15 de março de 2013

HÁ TEMPOS


Chego esbaforido.
Já estão todos chegados e reunidos.
Murmuram algo sobre o meu atraso:
Foi sempre assim.
- Um brinde!
- À vida!
Estampada em cada rosto
a silhueta de um sorriso
do passado.
E aqui estamos - Todos.
Como chegamos?
Que sonho nos conduziu?
Não lembro, não lembramos.
Vivemos o presente
conforme o ordenamento divino:
cuidem do viver,
que Eu me encarrego do caminho.
E aqui estamos - Todos.
Entre surpresos e surpreendidos.

Pode parecer estranho,
mas não surpreendente:
nunca senti saudade;
o que senti foi, sempre,
falta das gentes.

Um comentário:

  1. Realmente a gente passa pela vida e não sabe como, mas passa. Meu abraço.

    ResponderExcluir

Prezado visitante, seja bem-vindo. Os comentários aqui postados não são moderados, por isso, conto com a sua moderação.

Plugin Artigos Relacionados para WordPress, Blogger, ...