terça-feira, 22 de janeiro de 2013

FACEBOOK: DE INCENTIVADOR A CENSOR


Infelizmente, temos assistido, com frequência cada vez maior, à diversas investidas de empresas desenvolvedoras de ferramentas de relacionamentos sociais na internet no sentido de censurar práticas dos utilizadores dessas mesmas ferramentas que, por motivos nunca bem explicados, são acusados de abuso.
As fundamentamções para exercer tal censura raramente são consistentes. E raramente são explicáveis, compreensíveis, aceitáveis. O próprio termo "abuso" é mal compreendido e, acredito, poucas pessoas conseguem explicar às demais o que, no entendimento dessas empresas, caracteriza uma prática abusiva, o que define o termo "abuso".
As "vítimas" dessas práticas, não raras vezes, são organizações de interesse social que mantém intenso trabalho de divulgação  de suas atividades e convocações públicas para que as pessoas (físicas ou jurídicas), ligadas à sua rede, participem de determinadas ações pontuais de sua iniciativa ou apoiadas por elas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado visitante, seja bem-vindo. Os comentários aqui postados não são moderados, por isso, conto com a sua moderação.

Plugin Artigos Relacionados para WordPress, Blogger, ...