sexta-feira, 24 de agosto de 2012

HOMEM-MÁQUINA-HOMEM-PÁSSARO: CONTO









Eu estava no trabalho e tinha serviço pra caramba e eu estava lá trabalhando trabalhando trabalhando quando de repente foi como se saísse de mim como se entrasse em uma outra dimensão em uma dimensão paralela a esta e de lá dessa outra dimensão eu podia me ver no trabalho e que tinha serviço pra caramba e eu estava trabalhando trabalhando trabalhando quando então entrei numa espécie de amortecimento como num sonho sim eu realmente estava sonhando e no meu sonho eu podia me ver numa outra dimensão paralela a esta e nessa dimensão eu estava no trabalho e tinha serviço pra caramba e eu estava trabalhando trabalhando trabalhando quando ouvi uma voz que me chamava e que me tirava daquele transe estranho e essa voz era a voz do meu chefe que me chamava a atenção de forma exasperada dizendo-me que era para eu parar de sonhar e me concentrar no que estava fazendo e me lembrar que aquilo ali era um local de trabalho e que eu tinha serviço pra caramba e que eu deveria continuar trabalhando trabalhando trabalhando percebi o risinho irônico de alguns colegas e as abanadas de cabeça de outros como se todos estivessem a pensar esse tá ferrado mas eu não conseguia deixar de pensar no sonho que tive pois no meu sonho eu estava no trabalho e tinha serviço pra caramba e eu estava trabalhando trabalhando trabalhando quando por um momento surgiu na minha frente a pessoa que eu amo e ela sorria para mim aquele sorriso que só sorri quem ama eu quis sorrir também mas ela com o dedo apontou para minha mesa como se dissesse tu estás no trabalho e tens serviço pra caramba então trabalhe trabalhe trabalhe
                                                                      no final do dia retornei para casa esgotado cheguei tomei banho preparei o jantar e comi depois deitei-me no sofá e adormeci adormeci logo muito rápido também eu estava esgotado mas ainda assim consegui sonhar e tive um sonho muito estranho nele eu estava sentado diante de uma mesa de escritório que tinha sobre ela um computador e ao lado do computador uma pilha de papéis e à minha volta algumas pessoas de mãos dadas formavam um circulo e arrodeavam no sentido anti-horário e esse movimento fazia o tempo voltar e voltar e voltar até o início do dia anterior este que eu recém tinha dado por terminado e quando prestei atenção nos rostos dessas pessoas pude ver que eram meus colegas de trabalho que sorriam um sorrisinho irônico e abanavam a cabeça e o meu chefe também estava lá e gritava comigo mas eu não ouvia a sua voz e a pessoa que eu amo me sorria um sorriso de amor e apontava o dedo para a pilha de papéis e parecia que dizia trabalhe trabalhe trabalhe e todos cantavam ele está no trabalho yo-ho-ho e uma garrafa de rum ele tem muito serviço yo-ho-ho e uma garrafa de rum trabalhando trabalhando yo-ho-ho e uma garrafa de rum então o despertador despertou e despertou-me levantei fiz a higiene tomei café escovei os dentes sai na rua o sol brilhava algumas pessoas passeavam com seus cachorros outras conversavam sob a sombra das árvores outras tomavam chimarrão e olhavam o movimento o movimento das outras pessoas dos carros dos ônibus dos táxis dos lotações todos indo para o trabalho que nem eu que teria uma dia cheio pois eu tinha muito serviço e tinha que trabalhar trabalhar trabalhar yo-ho-ho e uma garrafa de rum


João Antônio Pereira
24 de agosto de 2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado visitante, seja bem-vindo. Os comentários aqui postados não são moderados, por isso, conto com a sua moderação.

Plugin Artigos Relacionados para WordPress, Blogger, ...