terça-feira, 22 de maio de 2012

LETRA - ESTRELINHA E JOÃO

Não costumo publicar as letras das músicas que componho, pois elas têm um andamento, um ritmo, uma sonoridade intrínseca, diferentes daqueles que podem ser observados na poesia.
Por isso, na maioria das vezes (nem sempre, há exceções), uma letra de música sem a música parece meio sem graça, parece que perde muito do que comunica, pois não foi feita para ser lida, mas para ser escutada. Tanto assim o é (assinhoé é bom: "Assinhoé, volte para casa, meu filho!", "Assinhoé, não olhe para a luz!", "Eu sou Assinhoé, o Cremoso, rei de Margarina, a terra das Delícias e onde os radicais podem ser livres!"), que é muito melhor conhecer a letra depois de ouvi-la com a música, do que o contrário.
Masssss...
Esta letra tem endereço certo. Por isso, de maneira egoísta, egocêntrica e egonômica, estou utilizando este espaço para divulgá-la.
Peço perdão.




Estrelinha e João

Um olhar que olhava o céu
em busca de um luar qualquer
que iluminasse o seu

Um olhar que olhava a luz
de uma estrela qualquer
brilhando, só, no breu,
como um neon

Olhos ansiosos por se olhar
Olhos que buscam-se no céu
Asas do amor que faz voar
O olhar de Estrelinha e João

Qualquer um que fosse olhar
diria que, hoje, o céu
parece de outro tom

Mais claro que o normal
e com uma estrela só
tão junto à lua que
parecem dar-se as mãos

Olhos famintos: olhos-mar
Olhos pedintes: olhos-chão
Olhos do amor que fez voar
o olhar de Estrelinha e João

Johnny Boy

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado visitante, seja bem-vindo. Os comentários aqui postados não são moderados, por isso, conto com a sua moderação.

Plugin Artigos Relacionados para WordPress, Blogger, ...