sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

DOS MEDOS - POESIA

Esta poesia que publico é de autoria de minha amiga poeta Ana Beise.

Dos medos

Tenho medo
Que teus olhos
Não olhem nos meus
Que tuas mãos
Não toquem as minhas
Que tua boca
Não anseie, de mim, um beijo


Tenho medo
Que a alegria
Se transforme
Em desespero
O amor em desprezo
E a paz
Em utopia


Tenho medo
De ser mal interpretada
Paixão esquecida
Poesia inacabada.


Ana Beise

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado visitante, seja bem-vindo. Os comentários aqui postados não são moderados, por isso, conto com a sua moderação.

Plugin Artigos Relacionados para WordPress, Blogger, ...