quarta-feira, 7 de julho de 2010

AUTISTA BAPTISTA

De Ente Maldito

Poeta, misterioso, obscuro, insondável, aparentemente alheio ao mundo, porém dotado de uma sagacidade observadora incomum. Autista Baptista (um dos tantos heterônimos do autor deste blog) é, provavelmente, o único caso conhecido de autismo hiperativo associado ao alcoolismo.
Toda essa problemática, no entanto, não inibe o sentido arguto e sarcástico deste ser que, se por vezes assume uma aparente superficialidade, noutras mostra-se terrivelmente complexo, a ponto de ampliar a dimensão e o sentido de imagens corriqueiras, cotidianas, que passariam despercebidas não fosse o seu olhar claudicante.
Assim, trago-vos, hoje, alguns poemas curtos deste artista, escritos durante instantes de imersão num silêncio tão assustador quanto acolhedor.



CARNE DE SOL
Saudade.
Sal da idade.
Vida conservada
para reviver
mais tarde.

 
MÚSICA PARA OS SEUS OUVIDOS
(ou Música Para As Suas Orelhas, como quer a novíssima nomenclatura médica)

Com solos,

consolo Cristina.

Com harmonias,

harmonizo Betina.

Com acompanhamentos,

acompanho Celina.

Com dedilhados,

dedilho Marina.

Com acordes,

acordo Carina.

Com custo,

conquisto Sabrina.

E encerro a pauta...


Com sol...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado visitante, seja bem-vindo. Os comentários aqui postados não são moderados, por isso, conto com a sua moderação.

Plugin Artigos Relacionados para WordPress, Blogger, ...