segunda-feira, 21 de junho de 2010

ENTRAVE


Entra, ave, entra,
e voa na tua gaiola.
A vida que tens, aproveita,
pois outra só podes sonhá-la.

Entra, ave, e canta,
arrebenta teu canto encantado.
No túnel de tua garganta
vibram as cordas de arame trançado.

Entra, ave, e pousa,
repousa em teu novo aposento.
Pouco importa quão triste é a tristeza,
aqui ninguém te ouvirá o lamento.

Entra, amada, pra dentro.


Autista Baptista

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado visitante, seja bem-vindo. Os comentários aqui postados não são moderados, por isso, conto com a sua moderação.

Plugin Artigos Relacionados para WordPress, Blogger, ...