segunda-feira, 12 de outubro de 2009

PARA RIR (ou não. Vai do humor de cada um)

Rir da desgraça alheia é um negócio tão comum que chega a ser "natural". Ás vezes tu vês alguém levando um tombo ou se acidentando com algum objeto que manuseia ou carrega e o teu super-ego tenta te fazer não rir da desgaça do coitado, mas vem o id e... meta-lhe gargalhada. Não dá para segurar. Depois, meio sem jeito, a gente pede desculpas para a vítima do infortúnio, tenta contemporizar mas, até nessa hora, ainda se deixa escapar algumas risadas. E quanto mais a gente tenta ficar sério, mais, ri.

Bem, se assim é a natureza do homem, então assim é a natureza humana. Na seqüência de imagens abaixo, há várias situações em que pessoas foram flagradas momentos (milhonésimos de segundos) antes de serem vítimas de algum infortúnio. Há algumas imagens que nos deixam imaginando a aflição do coitado vendo que a vida, dali a alguns instantes, se tornará uma M* tão grande que talvez fosse melhor jamais ter nascido... pelo menos não para passar por aquilo.

Acompanhem as imagens e riam se quiserem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado visitante, seja bem-vindo. Os comentários aqui postados não são moderados, por isso, conto com a sua moderação.

Plugin Artigos Relacionados para WordPress, Blogger, ...