terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

O Dramaturgo, o Poeta e a Delicadeza



esse sou eu, essa é tatá uma menina adorável, o mundo é mais dela do que meu, esse é um poeminho (infantil?), que critica as opiniões do achômetro coletivo, precisamos de mais precisão, para agir sobre a realidade e melhorá-la...

co-achar

água passada não movimenta o moinho
sem acrescentar lenha o fogo se apaga
na beira do rio, o sapinho coaxa: eu eu
eu eu eu-responde em coro a sapaiada

ass:(eu)

*************************************
Obrigado, Mestre.

Ass.: E.M.
*************************************

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado visitante, seja bem-vindo. Os comentários aqui postados não são moderados, por isso, conto com a sua moderação.

Plugin Artigos Relacionados para WordPress, Blogger, ...