domingo, 9 de novembro de 2008

Exercício de Haicai

Bem, estamos estudando sobre haicais. É muuuuiiiito interessante. No entanto, quanto mais me aprofundo no assunto, mais difícil fica definir o que é um haicai: não basta a forma, não basta o tema, não basta a sintaxe, não basta a esquematização, não basta nada: a última que li é que o poema, para ser um haicai, tem que ter "sabor" de haicai - ai, ai, ai... complicou.
De qualquer forma, a gente se mete a tentar fazer de tudo um pouco e aventurar-se em terreno tão pantanoso até que é legal. Atualmente discute-se muito haicais e há correntes haicaistas, umas valorizando mais esta ou aquela característica, outras, aquelas outras. É perigoso tomar posição. Como sou ainda um amador, fico à vontade para deixar que aquilo que me parece haikai, que pulsa em mim apresentando-se como um haicai, saia.
Então, escrevi isto. Caso alguém que entenda do assunto leia esta postagem, por favor, deixe seu recado. Gostaria de saber se o que escrevi pelo menos "cheira" a haikai. Se tem "gosto" de, bem... vamos deixar a massa no forno por mais algum tempo.

Sob a ponte,
passa o Guaíba - imenso! -
arrastando ilhas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado visitante, seja bem-vindo. Os comentários aqui postados não são moderados, por isso, conto com a sua moderação.

Plugin Artigos Relacionados para WordPress, Blogger, ...